Você tem dor de cabeça constante? "Levantar os olhos" pode ser a solução.



Ninguém merece ter dor de cabeça, não é? E descobrir a causa é um desafio para muitos especialistas. No entanto, há um tempo foi descoberto que uma simples “levantada” no olhar pode ser a solução. Já ouviu falar em PTOSE? A ptose, popularmente conhecida como “pálpebra caída” é definida como inclinação da pálpebra superior, cobrindo parcialmente a pupila. A ptose causa uma aparência cansada, sonolenta e reduz o campo de visão. O reparo da pálpebra caída visa proporcionar uma aparência mais jovem, além de melhorar significativamente a visão. Alguns pacientes com ptose também apresentam excesso de pele e gordura na pálpebra superior, o que pode ser corrigido tranquilamente no momento da cirurgia da ptose. Em pacientes com ptose, para manter um campo visual adequado, alguns receptores musculares estimulam um reflexo tônico, contraindo o músculo occipitofrontal e induzindo cefaleia crônica do tipo tensão associada à sensibilidade. Portanto, a dessensibilização cirúrgica dos receptores parece aliviar a dor de cabeça crônica. O reparo da ptose é geralmente realizado por um oftalmologista especializado em cirurgia palpebral e requer uma vasta experiência. É necessário cuidado no planejamento e execução da cirurgia, assim como também é necessário treinamento especial para garantir a lubrificação adequada do olho após o procedimento. As causas da ptose podem ser as mais diversas, como o envelhecimento, enfraquecimento muscular, podendo até afetar a infância. Se a ptose afeta a visão da criança, é necessária uma correção precoce. Em alguns casos, a ptose realmente impede a criança de andar bem, porque ela deve levantar o queixo para poder ver. Se a ptose não é tão grave, o reparo da ptose geralmente é adiado até que a criança seja mais cooperativa, entre 4 e 6 anos de idade. A ptose leve na infância pode piorar à medida que a pessoa envelhece, exigindo reparo cirúrgico na adolescência.


Após a cirurgia, sua pálpebra ficará inchada e sua visão ficará embaçada. É importante elevar a cabeça e usar compressas frias após a cirurgia para reduzir o inchaço. É necessário também usar pomada lubrificante para evitar ressecamento e consultar um médico regularmente até poder fechar bem a pálpebra. Fique atento caso as dores de cabeça não cessem e procure um médico para fazer uma avaliação mais detalhada. Saúde em primeiro lugar! - Fonte: Bahceci Simsek I. Association of Upper Eyelid Ptosis Repair and Blepharoplasty With Headache-Related Quality of Life. JAMA Facial Plast Surg. 2017;19(4):293–297. doi:10.1001/jamafacial.2016.2120. - Dra Letícia Naves - CRM MG 67265 📍 Av. Vasconcelos Costa, 962, 2° andar – Uberlândia-MG | (34) 3214-1050 📍 Rua Rio Branco, 130, Sala 306 - Araguari-MG | (34) 3241-1446 e (34) 3246-8586


323 visualizações