Você tem dor de cabeça constante? "Levantar os olhos" pode ser a solução.



Ninguém merece ter dor de cabeça, não é? E descobrir a causa é um desafio para muitos especialistas. No entanto, há um tempo foi descoberto que uma simples “levantada” no olhar pode ser a solução. Já ouviu falar em PTOSE? A ptose, popularmente conhecida como “pálpebra caída” é definida como inclinação da pálpebra superior, cobrindo parcialmente a pupila. A ptose causa uma aparência cansada, sonolenta e reduz o campo de visão. O reparo da pálpebra caída visa proporcionar uma aparência mais jovem, além de melhorar significativamente a visão. Alguns pacientes com ptose também apresentam excesso de pele e gordura na pálpebra superior, o que pode ser corrigido tranquilamente no momento da cirurgia da ptose. Em pacientes com ptose, para manter um campo visual adequado, alguns receptores musculares estimulam um reflexo tônico, contraindo o músculo occipitofrontal e induzindo cefaleia crônica do tipo tensão associada à sensibilidade. Portanto, a dessensibilização cirúrgica dos receptores parece aliviar a dor de cabeça crônica. O reparo da ptose é geralmente realizado por um oftalmologista especializado em cirurgia palpebral e requer uma vasta experiência. É necessário cuidado no planejamento e execução da cirurgia, assim como também é necessário treinamento especial para garantir a lubrificação adequada do olho após o procedimento. As causas da ptose podem ser as mais diversas, como o envelhecimento, enfraquecimento muscular, podendo até afetar a infância. Se a ptose afeta a visão da criança, é necessária uma correção precoce. Em alguns casos, a ptose realmente impede a criança de andar bem, porque ela deve levantar o queixo para poder ver. Se a ptose não é tão grave, o reparo da ptose geralmente é adiado até que a criança seja mais cooperativa, entre 4 e 6 anos de idade. A ptose leve na infância pode piorar à medida que a pessoa envelhece, exigindo reparo cirúrgico na adolescência.


Após a cirurgia, sua pálpebra ficará inchada e sua visão ficará embaçada. É importante elevar a cabeça e usar compressas frias após a cirurgia para reduzir o inchaço. É necessário também usar pomada lubrificante para evitar ressecamento e consultar um médico regularmente até poder fechar bem a pálpebra. Fique atento caso as dores de cabeça não cessem e procure um médico para fazer uma avaliação mais detalhada. Saúde em primeiro lugar! - Fonte: Bahceci Simsek I. Association of Upper Eyelid Ptosis Repair and Blepharoplasty With Headache-Related Quality of Life. JAMA Facial Plast Surg. 2017;19(4):293–297. doi:10.1001/jamafacial.2016.2120. - Dra Letícia Naves - CRM MG 67265 📍 Av. Vasconcelos Costa, 962, 2° andar – Uberlândia-MG | (34) 3214-1050 📍 Rua Rio Branco, 130, Sala 306 - Araguari-MG | (34) 3241-1446 e (34) 3246-8586


90 visualizações

Atendimento

Segunda

Terça

Quarta

Quinta

Sexta

Sábado

Domingo

8h00 às 18h00

8h00 às 18h00

8h00 às 18h00

8h00 às 18h00

8h00 às 18h00

8h00 às 12h00

Fechado

Instagram

Facebook

©  2020 Todos os direitos reservados à  Dra. Letícia Naves